Isela Costantini é eleita CEO do ano na Argentina CarPlay estreia no Chevrolet Cobalt 2016

Isela Costantini é eleita CEO do ano na Argentina

• Principal reconhecimento celebra personalidades com amplo destaque nacional e internacional.


SÃO CAETANO -
Isela Costantini, presidente e CEO da GM Argentina, Uruguai e Paraguai foi escolhida como "CEO do Ano 2015" na Argentina. A liderança de Isela como Presidente da ADEFA (Automotive Manufacturers Association), adicionado à sua notável contribuição como Presidente da IDEA Colóquio 50 no ano passado e os resultados de sua liderança da subsidiária da General Motors Argentina, foram alguns dos elementos que contribuíram para Isela Costantini receber o maior prêmio executivo do país. O "CEO do Ano" é escolhido pelos seus pares através de uma pesquisa realizada com mais de 200 empresários, consultores e políticos no país.

Entre o Brasil e a Argentina
Nascida em 1971 no Brasil, Isela é filha de pais argentinos e viveu a maior parte de sua juventude na Argentina. Formou-se em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, no Brasil e obteve um MBA na Loyola University of Chicago, EUA, com especialização em Marketing e Negócios Internacionais.

Ela começou sua carreira na GM no Brasil em 1998 na área de Marketing e Vendas, onde ocupou diversos cargos, incluindo marketing estratégico, vendas e gerente de marca. Em 2002, Isela foi transferida para a planta de pick-ups em Arlington, Texas como Gerente de planta de Chassis. Ela voltou para a GM do Brasil para servir como gerente de programas e em 2004, entrou para a área de pesquisa de mercado na América Latina, África e Oriente Médio. Um ano depois, foi promovida para Pesquisa de Mercado e Planejamento de Produto.

De junho de 2010 até o final de fevereiro de 2012, ela atuou como Diretora de Pós-Vendas e Atendimento ao Cliente da GM América do Sul. Em março do mesmo ano, foi nomeada como Presidente e CEO da General Motors Argentina, Uruguai e Paraguai, tornando-se a primeira mulher a ocupar essa posição, e a GM a primeira companhia automotiva na Argentina a ter uma mulher ocupando o cargo mais alto.

Em 2013, foi incluída entre as 50 mulheres mais poderosas no mundo dos negócios pela revista Fortune, que em seu tradicional ranking a colocou na posição 37.