Brasil sedia pela primeira vez o PACE, fórum mundial de educação em engenharia automotiva

Brasil sedia pela primeira vez o PACE, fórum mundial de educação em engenharia automotiva

• Liderado pela GM, evento acontece de 26 a 30 de julho em São Paulo com a participação de importantes escolas de engenharia e design do mundo.
 
• Principal intuito do programa é colaborar com o desenvolvimento do setor automotivo, por meio da formação de mão de obra qualificada e atualizada.
 
• Desafio de estudantes mostra ideias de veículos reconfiguráveis e de uso compartilhado para atender diferentes demandas de mobilidade


SÃO CAETANO DO SUL - Pela primeira vez, o Brasil sedia o Fórum PACE (Partners for the Advancement of Collaborative Engineering Education), programa mundial liderado pela General Motors para o desenvolvimento da educação de engenharia automotiva. O evento será realizado de 26 a 30 de julho, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP).

Com o tema Rethinking Mobility (Repensando a mobilidade), a 4ª edição do fórum reunirá 350 alunos e professores de importantes escolas de design e engenharia do mundo, entre elas Purdue University (EUA), Tongji University (China), Instituto Politécnico Nacional (México), Art Center College of Design (EUA), TU Darmstadt (Alemanha), Technion Haifa (Israel), Monash University (Australia) e Politécnico di Torino (Itália). Representando o Brasil estão a Poli-USP e a FEI.

A programação inclui palestras de executivos da GM e de outras empresas patrocinadoras do programa PACE, que oferecem treinamento de softwares específico aos interessados.

Entre as apresentações internacionais estão a de Ken Kelzer, vice-presidente global de componentes e subsistemas para veículos GM, que discorrerá sobre o tema do fórum (“Rethinking Mobility: Driving the Future”), e a de Clay Dean, diretor de design avançado da GM, que abordará o tema mobilidade conectada que melhora e promove um mundo sustentável (“Connected Mobility that Enhances and Promotes a Sustainable World”).

De acordo com Plínio Cabral Jr, diretor de engenharia da GM, este programa permite colaborar com o desenvolvimento do setor automotivo, por meio da formação de mão de obra qualificada e atualizada com as mais modernas tecnologias existentes no mercado.

Competição de veículos

Outra atração do Fórum PACE é a competição de veículos desenvolvidos pelos estudantes de engenharia – ao todo são oito projetos. O desafio dessa edição do fórum é construir um veículo urbano pensado para as megacidades do futuro. Para isso, ele precisa ser reconfigurável - servir para o transporte de carga e pessoas, atendendo diferentes demandas de mobilidade-, além de ser pensado para o uso compartilhado. As equipes participantes da competição são formadas por alunos de países diferentes – cada escola de engenharia é responsável por um subsistema e os projetos têm prazo de dois anos para serem concluídos. “Essa atividade permite não só o intercâmbio com outras escolas, mas também é uma oportunidade para os alunos atuarem num problema real – mobilidade urbana -, em um ambiente de trabalho semelhante ao que terão após a formatura”, diz o Prof. Dr. Marcelo Alves, integrante do Centro de Engenharia Automotiva da Poli-USP e responsável pela organização do Fórum PACE 2015.Já no Desafio PACE de Colaboração e Inovação serão apresentados os projetos finalistas de 2015, entre eles um veículo de transporte individual, um específico para o transporte de pessoas com dificuldade de mobilidade e um voltado para consumidores da terceira idade, uma das faixas da população com maior potencial de crescimento. As universidades participantes recebem da GM estações de trabalho semelhantes às utilizadas pelas empresas para conceber, projetar e manufaturar veículos.

Serviço:

Endereço: Cidade Universitária da USP, Escola Politécnica, Biênio Anfiteatro Vermelho; Av. Prof. Almeida Prado, travessa 2, nº 158, São Paulo – SP