GM conquista prêmio global de eficiência energética Energy Star Challenge for Industry

A General Motors é a primeira indústria automobilística da América do Sul a conquistar o prêmio de eficiência energética, o Energy Star Challenge for Industry

GM conquista prêmio global de eficiência energética

Trata-se do Energy Star Challenge for Industry, concedido pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos - EPA

 

São Caetano do Sul (SP)


A General Motors é a primeira indústria automobilística da América do Sul a conquistar o prêmio de eficiência energética, o Energy Star Challenge for Industry, concedido pela U.S. Environmental Protection Agency – a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos – EPA.

O reconhecimento foi feito às fábricas da subsidiária brasileira, instaladas em São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes, ambas no estado de São Paulo. A primeira produz veículos e componentes, enquanto a segunda componentes estampados e conjuntos e subconjuntos automotivos.

"Este é um prêmio importante de reconhecimento ao nosso esforço no sentido de buscarmos eficiência energética e também de contribuição no combate ao aquecimento global", destaca Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil.

Segundo ele, "a subsidiária brasileira está totalmente alinhada com a política global de sustentabilidade e a redução de emissões de CO2, incluindo também a redução de custos estruturais e no uso dos recursos naturais. Portanto, estamos em linha com as prioridades culturais da GM e os objetivos de negócios da empresa".

GM conquista prêmio global de eficiência energética Energy Star Challenge for Industry

Resultados expressivos

Glaucia Roveri, gerente de Energia e Utilidades da GM América do Sul, destaca que a fábrica de São Caetano do Sul obteve uma redução, nos últimos dois anos, de 15,45% no consumo energético – que engloba o uso de energia elétrica, gás natural e óleo combustível, utilizados no aquecimento e caldeiras. Na unidade de Mogi das cruzes, a redução foi de 16,50%.

Segundo ela "tivemos o reconhecimento do principal órgão norte-americano, cujo foco principal de trabalho está voltado para o programa de fomento à redução de consumo de energia e redução de emissão de carbono, portanto nas áreas de energia e meio ambiente". No Brasil, a GM é a primeira indústria de manufatura a receber o prêmio. Além dela, no país, apenas uma empresa ligada à produção de artigos de higiene pessoal também conquistou o reconhecimento.

Até agora 54 fábricas da GM receberam o prêmio "Energy Star Challenge" no mundo. Destas, 31 foram certificadas no último dia 19 de julho de 2013, em comunicado feito a Dan Akerson, Chairman e CEO - Chief Executive Officer – da General Motors Company, pela EPA. Nesta lista estão inseridas as unidades brasileiras de São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes.

A indústria manufatureira norte-americana é responsável por cerca de 30% da emissão de gases do efeito estufa nos Estados Unidos e gasta cerca de US$ 100 bilhões por ano em energia. Atuando com o Energy Star Challenge for Industry, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos trabalha individualmente com fábricas e suas matrizes para combater a mudança do clima por meio de melhorias na eficiência energética.

O Energy Star Challenge é uma iniciativa criada em 1992 e que tem como objetivo melhorar em 10%, ou mais, a eficiência energética de edifícios comerciais e industriais.