GM atinge marca inédita de 500 milhões de veículos

GM atinge marca inédita de 500 milhões de veículos

• Fabricante é a primeira a atingir esse montante, que soma a produção global de marcas como Chevrolet, Cadillac, Opel, Buick e GMC
 
• Na América do Sul, são mais de 21 milhões de unidades produzidas; modelo Chevrolet Onix é o atual líder de vendas da companhia na região

SÃO CAETANO DO SUL – A General Motors celebra hoje a marca de 500 milhões de veículos produzidos globalmente. A empresa, inaugurada em 1908, produz veículos comercializados com as marcas Chevrolet, Cadillac, Baojun, Buick, GMC, Holden, Jiefang, Opel, Vauxhall e Wuling em 30 países e tem operações comerciais em 140 mercados, entre eles o Brasil -o terceiro maior da companhia.

A celebração dos 500 milhões de veículos produzidos acontece simultaneamente em vários mercados como um gesto de gratidão a todos os clientes da companhia ao longo de seus 106 anos de existência. Toda a comunicação do evento foi padronizada e traz a mensagem “500 milhões de obrigado”.

No Brasil, a cerimônia aconteceu na sede da Associação Brasileira de Concessionários Chevrolet (Abrac), onde um cliente foi escolhido para receber um sedan médio Cruze 2015. Uma comissão julgadora analisou histórias de clientes sul-americanos com grande afinidade com a marca.

Foi premiado o casal Amandio Palhares e Joselle Pinheiro, proprietários de uma Chevrolet S10. Adeptos de aventuras, eles viajaram 65 mil quilômetros (ida e volta) de Goiânia até o Alaska, estado norte-americano que faz fronteira com o Canadá.

A viagem durou nove meses e percorreu 16 países. Para isso, o casal equipou a caçamba da picape com um camper. Na área interna de aproximadamente 6,5 metros quadrados eles dispunham de camas, banheiro com sanitário, chuveiro com água aquecida, além de cozinha com fogão e geladeira.

“Não tivemos sequer um pneu furado durante todo trajeto”, conta Palhares, que agora planeja cruzar a cruzar os contentes africano, europeu, asiático até chegar à Oceania.

Presidente da GM do Brasil, Santiago Chamorro reconhece que o consumidor local tem uma ligação muito afetiva com a empresa, e de longa data. “O reconhecimento da marca Chevrolet pelo consumidor no Brasil é um dos maiores do mundo. Os brasileiros associam os carros da marca a adjetivos comparáveis com aqueles que descrevem um amigo, como confiança, segurança, qualidade e valor. Com o renovado portfólio de produto, aparecem também adjetivos como desempenho, desenho e estilo. Isso é muito gratificante”.

A Chevrolet é a marca preferida dos consumidores na América do Sul, onde é líder de vendas com 16,6%. Na região já foram produzidos mais de 21 milhões de veículos GM.

Em crescimento

Durante evento hoje no Kansas, nos Estado Unidos, a CEO Mary Barra agradeceu aos consumidores dos 500 milhões de GM.

"Em 2015, esperamos vender mais de 1.000 novos veículos por hora, 24 horas por dia. São aproximadamente 10 milhões de veículos, o maior volume de nossa história. Eu analiso este número como 10 milhões de oportunidades de provar que tipo de empresa nós somos e de dizer muito obrigada’’, disse Mary Barra.

Barra salientou que parte desta conquista deve-se às diversas inovações tecnológicas inauguradas pela companhia, que tornaram os carros mais seguros, confortáveis e práticos.

“Uma delas é o motor elétrico de partida, em 1912, que possibilitou que as mulheres pudessem dirigir sem ter que girar uma manivela pesada”.

A suspensão independente (1934), o câmbio totalmente automático (1940), o turboocharged (1962), o airbag (1974) e o carro elétrico de autonomia estendida (2011) também estrearam em veículos GM.

Consumidor, a nossa prioridade

Cinco histórias de clientes de todo o mundo foram compartilhadas durante os eventos ocorridos pelo mundo e serão perpetuadas nos canais sociais e digitais das marcas da GM.

• Um recém-aposentado em Minnesota, EUA, que dirige uma picape Chevrolet 1957, adquirida de um fazendeiro há 38 anos por US$ 75

• A proprietária de um Opel da Alemanha cujo carro viajou milhares de quilômetros levando ela e seu marido

• Uma brasileira nascida no banco do passageiro de um Chevrolet Chevette; ela continua a ser uma fiel cliente até hoje

• Um associado do clube Chevrolet Captiva na Tailândia que usou uma frota de Captivas para pedir a mão de sua namorada

• Um jovem da China tão inspirado pelo seu primeiro veículo – um Chevrolet Cruze – que ele o personalizou para corresponder à sua personalidade, demitiu-se do emprego e abriu um negócio de reforma de veículos para ajudar outros clientes a personalizar seus carros

Modelos mais produzidos pela GMB, por família*

Corsa – 3 milhões de unidades
Celta – 1,8 milhão de unidades
Chevette – 1,4 milhão de unidades
*não inclui CKD

Produção da General Motors no mundo

1964 - 100 milhões de unidades produzidas
1978 - 200 milhões de unidades produzidas
1991 - 300 milhões de unidades produzidas
2003 - 400 milhões de unidades produzidas

Produção da concorrência

A Volkswagen anunciou em 2014 a produção de 200 milhões de unidades. A Ford divulgou em 2012 a marca de 350 milhões de unidades fabricadas. No mesmo ano a Toyota comunicou a produção do seu carro número 200 milhões.

Investimentos

A General Motors/Chevrolet comemorou em janeiro deste ano, 90 anos de atividades no Brasil e a produção de 14,5 milhões de veículos, que simbolizam um marco relevante tanto para o setor automotivo como para o toda a indústria nacional.

Recentemente a empresa anunciou o maior plano de investimentos de sua história no país, no montante de R$ 6,5 bilhões (2014 a 2018).

O investimento contempla a atualização da linha de veículos, o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias ligadas à eficiência energética e conectividade – segmento no qual a GM é referência com os carros da marca Chevrolet.

O Brasil, aliás, é o terceiro maior mercado da empresa no mundo, depois de China e Estados Unidos. No ano passado, foram emplacados aproximadamente 580 mil automóveis Chevrolet no país, colaborando para que a marca se tornasse, pelo segundo ano consecutivo, líder absoluta no segmento de varejo. Os produtos de maior destaque no período foram o Onix e o Prisma, que bateram recordes de vendas.

Globalmente, desde 2009, a GM tem anunciado investimentos em instalações da empresa no mundo, totalizando aproximadamente 36,7 bilhões de dólares.

Chevrolet no Brasil

A Chevrolet completou nove décadas de operação com a mais completa linha de automóveis do país. Ao todo são 14 modelos dos mais variados segmentos, do sedã compacto Classic 1.0, o mais acessível da gama, até o superesportivo Camaro SS V8, o mais potente, com 406 cavalos.

Já o Spin é o líder do segmento dos monovolumes, enquanto o Cruze 2015 aparece como o mais recente grande lançamento. Tanto a versão hatch como a sedã foram reestilizadas e passaram por evoluções mecânicas; ambas chegaram simultaneamente na virada do ano.

Desde a montagem do primeiro Chevrolet em um galpão no bairro paulistano do Ipiranga, em 1925, até o início de janeiro 14,5 milhões de veículos GM foram produzidos no país. Isso representa aproximadamente um quarto do montante total de automóveis feitos localmente.

O primeiro carro nacional de passeio da Chevrolet foi o Opala, apresentado em 1968. Outros modelos de sucesso foram lançados posteriormente, como o Chevette, a D20, o Monza, o Kadett, o Corsa, o Vectra, o Omega e o Astra.

A GM chegou a produzir paralelamente outros tipos de produtos, como baterias, aparelhos de ar-condicionado e até geladeiras –as famosas Frigidaire. Mais de 2.000.000 delas foram feitas dos anos 50 aos 70.